Casa do Apostador Carregando...
Os campeões no mercado da free agency da NBA
dom 08 ago/21

Os campeões no mercado da free agency da NBA


Você que está chegando agora no mundo da NBA deve estar se perguntando: o que é free agency? Free Agency é quando jogadores que estão livres no mecado (sem contrato) e tem a possibilidade de assinar um contrato com qualquer franquia. E pra não perder o costume, a Free Agency começou agitada.

A FA da NBA começou oficialmente na segunda-feira (02/08/2021), com times e jogadores sem perder tempo chegando a um acordo sobre negócios lucrativos em toda a liga. O atual campeão da Conferência Oeste, Phoenix Suns, teve de volta uma peça essencial quando Chris Paul concordou em renovar um contrato de quatro anos, enquanto o Los Angeles Clippers ainda espera notícias de Kawhi Leonard, que deve retornar.

O Miami Heat teve outro grande verão, colocando o All-Star armador Kyle que jogava no Toronto Raptors, além do ala  PJ Tucker (ex-Bucks) para reforçar sua defesa. Enquanto isso, o Chicago Bulls chegou a um acordo com o astro em ascensão Lonzo Ball e o All-Star DeMar DeRozan para, de repente, parecer um imponente candidato aos playoffs.

Para outras equipes, não foi tão bem. Obviamente, isso está sujeito a alterações com o desenrolar da FA, mas aqui está uma olhada em alguns vencedores da Free Agency da NBA até agora.

Vamos aos campeões dessa Free Agency:

Miami Heat

Você não achou que Pat Riley (executivo do Miami Heat) iria ficar quieto neste período de entressafra, não é? O Miami Heat deu um grande golpe no primeiro dia de agência livre, pousando o veterano armador Kyle Lowry e o extraordinário defensor P.J. Tucker enquanto contratava novamente o atirador de 3pts Duncan Robinson. Com os três se juntando aos All-Stars Jimmy Butler e Bam Adebayo, o Heat agora tem uma das formações iniciais mais imponentes da NBA, com o jovem armador promissor Tyler Herro saindo do banco.

Depois de uma temporada estranha e decepcionante de 2020-21, parece que o Heat está de volta na disputa pelo título, mesmo com um elenco de apoio reduzido. Miami também conseguiu fazer tudo isso estourar o orçamento e pagar multas, o que é um verdadeiro crédito para o setor administrativo da franquia Heat.

Chicago Bulls

Os Bulls esperam chegar aos playoffs na próxima temporada pela primeira vez desde 2017. E eles colocaram seu dinheiro em boas opções que estavam disponíveis no mercado. Chicago concordou em assinar com a Lonzo Ball um contrato de $ 85 milhões de dólares por quatro anos, depois acrescentou DeMar DeRozan em um acordo de três anos e $ 85 milhões de dólares. Ambos os jogadores têm falhas. Mas são uma atualização consideráveis para os Bulls, que precisavam desesperadamente de criadores de jogo extras para tirar a pressão dos ombros de Zach LaVine e Nikola Vucevic ofensivamente. Chicago ainda tem algum trabalho a fazer para preencher o resto do elenco. Mas é revigorante ver uma equipe (especialmente os Bulls) gastar dinheiro para tentar melhorar o seu elenco rapidamente.

O Atlanta Hawks fizeram exatamente o que Bulls fez, o que levou o Hawks às finais da conferência, e os Bulls esperam um retorno semelhante sobre seus pesados ​​investimentos.

Golden State Warriors

Não vou mentir, as coisas não estavam parecendo bem para os Warriors no primeiro dia de Free Agency. Alvos potenciais como Nicolas Batum, Trevor Ariza e Kent Bazemore assinaram acordos com outras franquias. Deixando os Warriors com menos opções. Para piorar a situação, Bazemore supostamente recusou um acordo mais lucrativo com o Golden State para se juntar ao Lakers, que sente que tem uma chance melhor de ganhar um título.

Mas então, pouco depois da meia-noite de terça para quarta, o GSW anunciou o veterano Otto Porter Jr. Teria sido uma contratação sólida de qualquer maneira. Mas então a bomba caiu – eles conseguiram que Porter fizesse um acordo por um salário de veterano (pagando o mínimo possível), tendo Porter recusado ofertas mais lucrativas.

Além disso, adicionou Nemanja Bjelica em um negócio mínimo também. Isso significa que Golden State ainda tem o dinheiro para ir atrás de outro alvo veterano. Danny Green e o ex-GSW Andre Iguodala supostamente mostraram interesse para reforçar o seu elenco enquanto esperam regressar à luta pelo título na próxima época, com as estrelas Stephen Curry, Draymond Green e Klay Thompson.

O Golden State Warriors draftou dois jovens. Jonathan Kuminga e Moses Moody – mas nenhum dos quais pode contribuir imediatamente para uma equipe com aspirações ao título. Era essencial para eles adicionar ajuda jogadores experientes de forma imediata e, se eles puderem se manter saudáveis, Porter e Bjelica fazem exatamente isso.

Confira outros conteúdos

Inscreva-se na minha lista VIP para receber conteúdos de apostas profissionais exclusivos. 

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

News.
vip

Inscreva-se gratuitamente e receba conteúdo profissional e esclusivo por e-mail!